Mostrando postagens com marcador Saúde. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Saúde. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 12 de março de 2020

Covid-19 Coronavírus

Diante do pânico geral com o Coronavírus, encontramos essa excelente matéria da BBC News Brasil, no portal R7.

"Os únicos dados que às vezes são mostrados na mídia são o aumento no número de casos confirmados e no número de mortes, mas a maioria das pessoas infectadas é curada.

Há 13 vezes mais pacientes curados do que mortos, e a proporção está aumentando, graças a evolução da ciência e pesquisas."

Clique no link e leia a matéria completa


Por Um surto que está assustando a população, mas pode ser evitado com medidas simples e práticas.

As dicas são do Ministério da Saúde:



*Se você está doente ou com febre e sintomas respiratórios, não vá para a rua, fique de repouso e se necessário procure um médico.

*Utilize lenços descartáveis para assoar o nariz ou tossir sem espalhar gotículas com vírus. Estes devem ser descartados em lixeiras com tampa. 

*Se não tiver um lenço à disposição, cubra a boca e o nariz com o antebraço ao tossir ou espirrar. E lave o braço assim que possível.

*Tenha álcool gel 70% a disposição.

*Lave as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização. Se não houver água e sabonete, use um desinfetante para as mãos à base de álcool.

*Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

*Evite contato próximo com pessoas doentes.

*Limpe e desinfete objetos e superfícies tocados com frequência.

Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

Essas medidas podem prevenir a disseminação do corona vírus e demais doenças respiratórias.

Confira também se suas vacinas estão em dia, se tiver alguma atrasada, coloca em dia, assim podemos evitar o surto de outras doenças e vírus como Sarampo e Febre Amarela que recentemente  deram o ar da graça pelo país.

O que vale ressaltar é que no próximo ano o COVID-19 será um vírus fraco, já que a população terá os anticorpos necessários para proteção, tipo aqueles de gripe h1n1 há alguns anos atrás.

Fonte: Ministério da Saúde.

Cuide-se! O VIVACLUB quer você bem 😘

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Composto interrompe produção de proteína ligada ao Alzheimer

Por se tratar de uma doença cada vez mais constante em nosso espaço, compartilhamos este artigo publicado no Jornal O Globo fala sobre a evolução dos estudos de um potencial tratamento para estabilizar a tau, enzima relacionada ao Alzheimer e outras doenças neurológicas.

Experimentos com camundongos e macacos têm resultados promissores

Proteína defeituosa se acumula nos neurônios e leva à morte as células cerebrais, provocando demência - Latinstock

Em condições normais, a proteína tau ajuda a manter a estabilidade dos axônios, as longas estruturas tubulares que ligam uma das extremidades de um neurônio a outros e por onde ele transmite seus sinais. Em algumas pessoas, no entanto, estas células cerebrais começam a fabricar versões defeituosas da proteína, que vão se acumulando em emaranhados em seu interior e acabam por danificá-la, levando à morte os próprios neurônios que ela deveria ajudar proteger, no que é considerado dos primeiros marcadores biológicos do desenvolvimento de doenças neurodegenerativas como o mal de Alzheimer.
Diante disso, cientistas acreditam que, se puderem controlar a produção da proteína, talvez seja possível barrar ou mesmo reverter estes danos, abrindo um novo caminho para o tratamento destas chamadas taupatias. E é justamente isso que fizeram pesquisadores da Escola de Medicina da Universidade Washington em St. Louis, no estado americano do Missouri. Usando uma nova abordagem que emprega moléculas conhecidas como oligonucleotídeos antissentido, eles conseguiram reduzir a fabricação da tau, e consequentemente a formação de seus emaranhados no interior dos neurônios, nos cérebros de camundongos geneticamente modificados para produzirem versões defeituosas da proteína humana, assim como diminuir os níveis da proteína no sistema nervoso de macacos em um teste subsequente.

- Demonstramos que esta molécula reduz os níveis da proteína tau, prevenindo e, em alguns casos, revertendo os danos neurológicos – destaca Timothy Miller, professor de neurologia na universidade americana e autor sênior de artigo sobre os experimentos, publicado nesta quarta-feira no periódico científico “Science Translational Medicine”. - Este composto é o primeiro que mostrou ser capaz de reverter danos relacionados à tau no cérebro que também tem o potencial de ser usado como uma terapia em pessoas.



Os oligonucleotídeos antissentido funcionam ao interferirem na transmissão de informações para a produção de proteínas pelas células. No processo normal, as instruções para montagem das proteínas contidas no DNA, o material genético no núcleo celular, é transcrita em uma molécula mensageira chamada RNA, que então segue para os ribossomas, as fábricas de proteínas das células, com a “receita” para sua produção. Os oligonucleotídeos antissentido, no entanto, podem ser construídos para se unirem a este RNA e marcá-lo pra destruição antes que chegue aos ribossomas, impedindo assim que as proteínas sejam fabricadas.

Como podem ser desenhados para se ligarem a qualquer “receita” de proteína, os oligonucleotídeos antissentido podem ser usados para atrapalhar a produção de qualquer uma delas. Recentemente, a Administração para Alimentos e Drogas dos EUA (FDA) aprovou o uso destas moléculas para o tratamento de duas doenças neuromusculares, a distrofia muscular de Duchenne e a atrofia muscular espinhal, e estão atualmente em curso ensaios clínicos para seu uso terapêutico contra outros males neurológicos, como a esclerose lateral amiotrófica (ELA) e a doença de Huntington.

No experimento da Universidade Washington, os cientistas administraram uma dose de oligonucleotídeos anti-tau nos camundongos geneticamente modificados quando eles estavam com nove meses de idade, época em que os emaranhados da proteína já começaram a danificar seus neurônios, diariamente durante um mês. Quando os animais estavam com 12 meses, os pesquisadores mediram as quantidades de RNA mensageiro da tau, a concentração total da proteína e a presença dos emaranhados em seus cérebros, verificando que elas eram todas significativamente inferiores às verificadas nos camundongos do grupo de controle, tratados com um placebo. Além disso, os níveis totais de tau e a quantidade de emaranhados dos animais tratados eram menores do que os vistos aos nove meses nos camundongos não tratados, o que sugere que o tratamento não só interrompeu como reverteu o acúmulo das proteínas defeituosas.

Os benefícios da terapia com os oligonucleotídeos nos camundongos, no entanto, não pararam por aí. Ao chegarem aos nove meses de idade, esta linhagem de animais geneticamente modificados também já apresenta um visível encolhimento de seu hipocampo, região do cérebro diretamente ligada à formação de memórias, com a progressiva morte neuronal. E embora não tenha sido capaz de reverter estes processos, o tratamento com o composto conseguiu ao menos interrompê-los. Por fim, os camundongos tratados viveram, em média, 36 dias a mais do que os que não receberam os oligonucleotídeos, além de demonstrarem uma melhor capacidade de construir ninhos que os do grupo de controle, o que reflete uma combinação de comportamentos sociais, desempenho cognitivo e capacidades motoras também melhores, funções largamente prejudicadas em pessoas que sofrem com o mal de Alzheimer e outras taupatias.

Animados com os bons resultados nos experimentos com camundongos, os cientistas decidiram então ver se o composto também funcionava em animais mais parecidos com os seres humanos. Para isso, eles trataram grupos de macacos-cinomolgos (Macaca fascicularis) saudáveis, injetando duas doses dos oligonucleotídeos, ou de um placebo, diretamente no fluído cerebrospinal com uma semana de intervalo entre elas, simulando o que poderia ser o protocolo de um tratamento de pacientes humanos. Duas semanas depois, eles mediram a quantidade de proteína tau e seu RNA mensageiro tanto neste líquido, também chamado de cefalorraquidiano ou líquor, quanto no cérebro dos animais, verificando reduções dos níveis nem ambos.

- O estudo com os macacos nos mostrou a queda da tau no fluído cerebrospinal se correlaciona com menores níveis no cérebro – conta Miller. - Isto é importante porque, se formos avaliar esta abordagem clínica em pessoas, não há uma maneira não invasiva de medir os níveis de tau no cérebro. Assim, esta correlação nos permite usar os níveis da tau no fluído cerebrospinal como um indicativo dos níveis da tau no cérebro.
Miller lembra ainda que altas concentrações da tau não estão associadas apenas ao mal de Alzheimer, mas também a uma série de doenças neurodegenerativas menos conhecidas, como paralisia supranuclear progressiva e degeneração corticobasal, que por isso também poderiam ser tratadas com os oligonucleotídeos anti-tau. Além disso, o composto poderia ser usado como um tipo de profilaxia nos casos de ferimentos traumáticos do cérebro, que também provocam um aumento na produção da proteína e podem levar a demências.

- Os emaranhados de tau estão correlacionados a perdas cognitivas em diversas doenças – destaca. - Esta é uma nova e promissora abordagem para reduzir os níveis de tau, mas ainda temos que testar se ela é segura para pessoas e se ela de fato diminui as concentrações nelas, como foi desenhada para fazer, antes de experimentarmos se ela tem qualquer efeito sobre doenças. Mas tudo que vimos até agora diz que vale a pena investigá-la como um potencial tratamento para pessoas.

POR CESAR BAIMA (26/01/2017 4:30 / atualizado 26/01/2017 23:45) 

Uma notícia boa! Vamos torcer pela evolução e afirmação das pesquisas!
E nunca se esqueça, para ficar longe das doenças comuns da Terceira Idade, pratique atividades físicas regulares e alimente-se bem.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

DIA MUNDIAL DA SAÚDE

A cada ano a Organização Mundial da Saúde escolhe uma doença como tema para que a população seja alertada sobre os riscos e perigos da mesma.

Este ano o tema é DIABETES, uma doença que é responsável por 14,5% das mortes no mundo.

Em 2015 aproximadamente cinco milhões de pessoas, entre 20 e 79 anos, foram a óbito devido ao diabetes, muito mais do que todas as guerras, conflitos armados, HIV/AIDS e diversas outras doenças juntas, mesmo assim, a grande maioria de pacientes com a doença, não toma os cuidados necessários para preveni-la.

Por se tratar de uma doença silenciosa, frequentemente associada à obesidade, acredita-se que o número de diabéticos é 40% maior do que o que se sabe. Sendo assim, todos os anos devemos fazer exames médicos para que a doença não passe despercebida e cause maiores danos à nossa saúde.

"O diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue. O diabetes acontece porque o pâncreas não é capaz de produzir o hormônio insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo, ou porque este hormônio não é capaz de agir de maneira adequada (resistência à insulina). A insulina promove a redução da glicemia ao permitir que o açúcar que está presente no sangue possa penetrar dentro das células, para ser utilizado como fonte de energia. Portanto, se houver falta desse hormônio, ou mesmo se ele não agir corretamente, haverá aumento de glicose no sangue e, consequentemente, o diabetes."(http://www.minhavida.com.br/saude/temas/diabetes)

Sintomas de Diabetes

Principais sintomas do diabetes tipo 1:
vontade de urinar diversas vezes
fome frequente
sede constante
perda de peso
fraqueza
fadiga
nervosismo
mudanças de humor
náusea e vômito.
Principais sintomas do diabetes tipo 2:
infecções frequentes
alteração visual (visão embaçada)
dificuldade na cicatrização de feridas
formigamento nos pés e furúnculos.

TRATAMENTO DO DIABETES

O tratamento correto do diabetes significa manter uma vida saudável e o controle da glicemia, a fim de evitar possíveis complicações da doença. Os principais cuidados para tratar o diabetes incluem:

- Exercícios físicos;
- Controle da Dieta; 
- Aplicação da medicação correta;
- Evitar bebidas alcoólicas;
- Evitar saunas e escaldas pés;
- Controle o stress;
- Elimine o cigarro;
- Higiene bucal correta;
- Consultar regularmente seu médico. 

DIABETES não é brincadeira! É uma doença perigosa que provoca muitas consequências, sofrimento e, inclusive, a morte.



Cuide da sua Saúde! 
Venha para o VIVACLUB, faça atividades físicas e consulte seu médico regularmente!
 

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

RECEITA DA SEMANA - PANQUECA DE BANANA LIGHT

Oi gente!

Hoje uma deliciosa receita que pode ser consumida no café da manhã, no lanche ou no jantar.


Ingredientes:
1 banana média
1 colher de sopa aveia (pode ser integral)
1 colher de sopa de linhaça
1 colher de sopa de cacau em pó
1 colher de sopa de granola ou chia
2 claras de ovo
1 colher de sucralose ou 10 gotas de adoçante stévia

Modo de preparo:
1 - Bata no liquidificador a aveia, a linhaça, o cacau em pó, a granola ou a chia, de modo com que fique uma "farinha"
2 - Junte num prato a mistura dos cereais, a banana esmagada e as 2 claras de ovos
3 - Misture bem, unte a frigideira com um pouco de margarina e deixe até dourar os dois lados
4 - Dica: em cima da panqueca você pode colocar morangos cortados em fatia, chia, mel e canela.

ESSA PANQUECA FICA DELICIOSA!!!!! NÓS TESTAMOS E APROVAMOS!

‪#‎vivaclub‬
‪#‎terceiraidadeportoalegre‬
‪#‎receitasaudável‬

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

RECEITA DA SEMANA - GELADINHO DETOX


Que tal refrescar um pouco com GELADINHO DETOX?!

Aí vai a receita:

Ingredientes
2 Laranjas (s/ casca)
0.5 cm Gengibre
2 Cenouras Média (s/ casca)
1 Maçã
Suco de 1 Limão
250ml de Água
4 Colheres (sopa) Adoçante Culinário

Instruções
Em um liquidificador adicione 2 laranjas picadas, 0,5cm de gengibre, 2 cenouras médias picadas, 1 maçã picada, suco de 1 limão e bata bem.
Junte 250ml de água e bata mais um pouco, adoce com 4 colheres (sopa) de adoçante culinário misture.
Peneire o suco, encha os saquinhos de geladinho e leve para o freezer até firmar e aproveite.

Observações
Polpa: Assim que peneirar devolva 2 colheres (sopa) da polpa removida para deixar o geladinho com pedacinhos.

Adoçante: Se preferir use em gotas ou mel

Suco/Picolé: Caso não queira fazer os geladinhos pode tomar como suco ou ainda colocar em forminhas de picolé.

#‎vivaclub‬
‪#‎terceiraidadeportoalegre‬
‪#‎receitasaudável‬

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Bem Estar na Terceira Idade: Os benefícios da Atividade Física


A Saúde é Essencial à Felicidade - Cuide da sua!!



O texto de de Arthur Schopenhauer (1851), fala sobre a relação da Saúde com a felicidade:

"Para saber o quanto a nossa felicidade depende da jovialidade do ânimo e este do estado de saúde, é preciso comparar a impressão que as mesmas situações ou eventos exteriores provocam em nós nos dias de saúde e vigor com aquela produzida por eles quando a doença nos deixa aborrecidos e angustiados.

O que nos torna felizes ou infelizes não é o que as coisas são objetiva e realmente, mas o que são para nós, na nossa concepção, ou seja,  “O que comove os homens não são as coisas, mas a opinião sobre elas”.

Em geral, 90% da nossa felicidade repousam exclusivamente sobre a saúde. Com esta, tudo se torna fonte de deleite.  Sem ela, a saúde, nenhum bem exterior é fruível, seja ele qual for, e mesmo os bens subjetivos restantes, os atributos do espírito, do coração, do temperamento, tornam-se indisponíveis e atrofiados pela doença.

Sendo assim, não é sem fundamento o fato de as pessoas se perguntarem umas às outras, antes de qualquer coisa, pelo estado de saúde e desejarem mutuamente o bem-estar, pois realmente a saúde é, de longe, o elemento principal para a felicidade humana.

Por conta disso, resulta que a maior de todas as tolices é sacrificá-la, seja pelo que for: ganho, promoção, erudição, fama, sem falar da volúpia e dos gozos fugazes. Na verdade, deve-se pós por tudo à saúde."

(Arthur Schopenhauer, in 'Aforismos para a Sabedoria de Vida')

Se desde 1851, fala-se a respeito, por que não cuidar da SAÚDE e ser mais FELIZ? 

Algumas dicas do VIVACLUB Terceira Idade Porto Alegre para melhorar sua saúde, e consequentemente aumentar sua felicidade:



Pratique exercícios regularmente;
Beba bastante água;
Tome somente o sol 'saudável';
Use filtro solar;
Evite auto medicação;
Consulte seu médico;
Faça caminhadas;
Alimente-se saudavelmente;
Coma menos doces, prefira as frutas;
Ame muito - os outros, mas sobretudo AME-SE;
Sorria muito;
Cuide da sua SAÚDE!

Venha para o VIVACLUB e seja feliz com a gente! 


quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Bebidas quentes durante a refeição


Recebemos esta dica por e-mail e achamos interessante compartilhar com nossos seguidores e amigos!

Se não tivermos oportunidade de tomar um chá quente, pelo menos não tomemos refri gelado.

Os chineses e os japoneses bebem chá quente com as refeições, não água fria, talvez seja hora de mudar nossos hábitos de consumo.

Para aqueles que gostam de beber água fria, este artigo é aplicável a eles. É bom ter um copo de bebida quente após a refeição.

A água fria solidifica o alimento gorduroso que se come. Isso retarda a digestão. Uma vez que essa 'mistura' reage com o ácido digestivo, ela reparte-se e é absorvida pelo intestino mais depressa do que o alimento sólido. Muito em breve, isso vai se transformar em gordura e podem levar ao câncer.

É melhor tomar uma sopa quente ou água quente após cada refeição.
 

sábado, 12 de julho de 2014

OS BENEFÍCIOS DO PEIXE PARA UMA VIDA LONGA - Saiba mais

Uma pesquisa feita pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, concluiu que pessoas com mais de 65 anos que têm o hábito de comer peixes ricos em ômega 3, têm menor risco de morrer por doenças cardiovasculares e por qualquer outra causa de morte, melhorando sua expectativa de vida.



Segundo os resultados, as pessoas com os maiores níveis de ácidos graxos ômega 3 no organismo apresentaram um risco 27% menor de morrer por qualquer causa durante o período da pesquisa, se comparados com quem apresentava os níveis mais baixos do nutriente. São aproximadamente 2,2 anos a mais de vida do que aqueles que não consomem o nutriente. Essas pessoas também tiveram uma chance 35% menor de morrer por doenças cardiovasculares no geral - benefício já conhecido do ômega 3. 



Os estudiosos declaram que, embora diversos estudos já tenham associado o ômega 3 a uma melhor saúde cardíaca, esse é o primeiro estudo que faz uma relação entre os níveis do nutriente no sangue à mortalidade por qualquer causa. Para obter tais benefícios, eles recomendam a ingestão de cerca de duas porções de peixes ricos em ácidos graxos - como salmão, atum e sardinha - por semana.

Benefícios para a saúde cardiovascular

Os ácidos graxos ômega 3 possuem propriedades anti-inflamatórias, antitrombóticas, antirreumáticas e reduzem a concentração dos lipídeos do sangue, favorecendo a vasodilatação. O ômega-3 é capaz de evitar a formação das placas de gordura na parede das artérias e garantir a flexibilidade dos vasos sanguíneos, afastando o risco de doenças como infarto, hipertensão, aterosclerose e derrames. Além disso, esses ácidos graxos modificam a composição química do sangue, provocando o aumento dos níveis do HDL (colesterol bom) e a diminuição dos níveis de LDL (colesterol ruim). Ele também consegue reduzir os níveis de triglicerídeos do sangue. "O organismo também utiliza o ômega 3 para produzir prostaglandinas, substâncias químicas que têm participação em muitos processos, inclusive no combate às inflamações dos vasos sanguíneos", explica a nutricionista Fabiana Honda, de São Paulo.


" FONTE: http://www.minhavida.com.br/alimentacao/galerias/16209-idosos-que-comem-peixes-tem-maior-expectativa-de-vida"

sábado, 5 de julho de 2014

Para envelhecer bem

A prática regular de exercícios, incluindo caminhadas, reduz drasticamente os riscos de um idoso frágil se tornar fisicamente incapaz, pelo menos de acordo com um dos estudos mais longos e abrangentes do tipo. Os resultados do Lifestyle Interventions and Independence for Elders, ou LIFE, publicados no The Journal of the American Medical Association (Jama), reforçam a necessidade de atividade física frequente em qualquer idade.

Mostramos a relação direta do exercício na diminuição ou prevenção da incapacidade física na população idosa, extremamente vulnerável — afirma Marco Pahor, diretor do Instituto de Envelhecimento da Universidade da Flórida e principal autor do estudo.

Para a pesquisa, cientistas de oito universidades recrutaram 1.635 homens e mulheres sedentários e fracos, com idades entre 70 e 89 anos, que ficaram abaixo dos nove pontos em uma escala de funcionalidade física. Quase metade cravou oito ou menos, mas todos conseguiram caminhar 400 metros sozinhos, ponto limite que define a pessoa como fisicamente incapaz para os estudiosos.

Depois, os participantes foram designados para um grupo de exercícios ou para um educacional. Os que pertenciam ao segundo visitavam o centro de pesquisas uma vez por mês para aulas sobre nutrição e cuidados com a saúde no envelhecimento.

Os do primeiro receberam informações semelhantes, mas também começaram um programa de caminhadas e treinamento leve de levantamento de pesos, tendo de ir ao centro de pesquisas duas vezes por semana para caminhadas em grupo monitoradas, cada vez mais longas. Também teriam de completar de três a quatro sessões em casa, totalizando 150 minutos de exercício e três sessões com pesos de 10 minutos cada por semana.

A cada seis meses, os pesquisadores verificavam as condições físicas de todos os voluntários. O experimento acompanhou o grupo por uma média de 2,6 anos. Ao fim do período, os que se exercitavam mostraram uma probabilidade 18% menor de algum episódio de incapacidade física e 28% menor de se tornarem permanentemente incapazes, isto é, impossibilitados de percorrerem os 400 metros sozinhos.

Participantes do grupo não ativo começaram a se exercitar.

Uma preocupação envolve a diferença surpreendentemente pequena, em termos absolutos, no número de pessoas que ficaram incapacitadas em ambos os grupos: cerca de 35% dos indivíduos do grupo não ativo tiveram alguma incapacitação física ao longo do estudo; no do exercício, foram 30%. O que talvez possa ser explicado pelo fato de que muitos participantes do grupo educacional começaram a se exercitar.

— Não seria ético pedir que não se exercitassem, mas se os cientistas tivessem usado um grupo de idosos completamente sedentários com hábitos alimentares ruins, as diferenças teriam sido muito mais pronunciadas. No geral, é um estudo relevante porque se concentra na prevenção da incapacidade física — diz Lewis Lipsitz, professor de Medicina em Harvard e diretor do Instituto de Pesquisa de Envelhecimento do Hebrew SeniorLife em Boston.

Custo benefício da incapacidade

Nos próximos meses, Pahor e seus colegas pretendem explorar sua base de dados de resultados para fazer um acompanhamento adicional, incluindo análise de custo/benefício. O programa de exercícios custou cerca de US$ 1,8 mil por participante ao ano, incluindo o reembolso do que foi gasto com as visitas aos centros de pesquisa, mas esse número é "consideravelmente menor" do que o do acompanhamento integral, com enfermagem, de alguém que se torna fisicamente incapaz.


*The New York Times ( http://zh.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/vida/bem-estar/noticia/2014/06/para-envelhecer-bem-andar-e-o-melhor-remedio-4537967.html )

PRATIQUE ATIVIDADES FÍSICAS REGULARMENTE, SÓ FAZ BEM!! 

quarta-feira, 2 de julho de 2014

10 dicas para um envelhecimento saudavel

Dicas para um envelhecimento saudável


– Pratique atividades físicas: os exercícios dão mais disposição e vigor físico, melhoram a concentração e diminuem os riscos de obesidade, hipertensão, diabetes, colesterol alto e osteoporose.

– Alimente-se bem: consuma fibras, grãos, vegetais e frutas. Coma variadamente e não em quantidade. Evite comidas muito açucaradas. O churrasco e a macarronada de domingo não precisam ser esquecidos, mas é importante alimentar-se com disciplina.

– Beba água: o ideal é beber de 8 a 10 copos de 200 ml ou 2 litros por dia. A água pode ser substituída por outros líquidos, como sucos e chás. Evite os refrigerantes.

– Exercite o cérebro: leia; assista a filmes; jogue baralho, dominó; faça palavras cruzadas. Realizar atividades artísticas e aprender outras línguas também estimulam o cérebro. A doutora Maria Cecília Rio Nobre completa que a coreografia da dança, por exemplo, ativa o raciocínio e a memória.

– Durma bem: o cérebro “organiza” as ideias durante o sono.

– Vá regularmente ao médico: investir em prevenção é essencial para uma vida mais saudável.

– Evite o consumo de bebida alcoólica e uso de tabaco: duas taças de vinho por dia podem ser benéficas para a saúde, pois a uva tem flavonoides que diminuem os radicais livres - elementos que causam a morte celular. Mas é importante consumir bebidas alcoólicas com moderação. Substâncias presentes no cigarro, cachimbo ou charuto também matam as células a médio prazo.

– Evite o estresse: preocupação, tensão e pessimismo aumentam os níveis de cortisol no organismo. O cortisol pode levar à hipertensão, doenças cardiológicas, colesterol e diabetes. A espiritualidade também é importante. Ter fé ajuda as pessoas a serem mais otimistas.



FONTE: http://www.decaracomamaturidade.com.br/page_saudeView.php?MATERIA_ID=283&SUBCATEGORIA_ID=5

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Hidratação

  Você já parou para pensar como anda a sua hidratação? A hidratação é realmente importante para o organismo, pois o seu papel é muito mais do que saciar a sede. 
     A água atua no corpo todo como um sistema lubrificante. Quanto menos água tiver, mais lentas serão as respostas dadas pelo cérebro às atividades exercidas. Para saber se você está hidratado, podemos avaliar sua urina: - 

    Clara (Hidratada); 
    Amarelada (Pouco hidratada)
    Amarelo escuro (Desidratada).
    Beba água, não somente quando sentir sede. ÁGUA É VIDA!!

quarta-feira, 12 de março de 2014

Vitalidade na Terceira Idade

  

Qualidade de vida é primordial para os idosos. Para isso, é necessário uma boa saúde e um bom condicionamento físico conseguidos com o Pilates.


 Para a terceira idade, configura-se um desafio encontrar uma atividade que , além de trazer benefícios à saúdo, proporcione prazer ao ser realizadas, sem tender ao desgaste muscular e da própria saúde em si.


 O método Pilates tem se mostrado uma ferramente importantíssima nesse quesito, pois inova ao criar consciência corporal, fortalecer e alongar.Como já dizia Joseph Pilates "um jovem sem flexibilidade é um velho Um velho com flexibilidade é um jovem". E tal flexibilidade e alongamento, adquiridos ao se praticar o método, cooperam para uma melhora de todo o sistema motor e biomecânico do idoso, restabelecendo antigos movimentos que, com o passar dos anos, tornaram-se praticamente impossíveis de serem realizados. Sem contar que a prática do Pilates ajuda na prevenção e tratamento de várias doenças oriundas da idade mais avançada, como dores na coluna, mobilidade reduzida e, até mesmo, baixa autoestima ocasionada pela perda constante de movimentos até então praticados com mais facilidade.

  
 Desta forma, o Pilates e o cuidado com a saúde contribuem para que os idoso melhorem a saúde do corpo, a autoestima e a confiança em si mesmos, conservando a independência física e mental.

Fonte:Revista Oficial - Pilates - Ano 4 - Nº 15 - p.31 - Autora da Série: Aline Costa Franco Bartolazzo, fisioterapeuta do espaço Fisio Pilates.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Receita VivaClub - Suco Vermelho

Já que a receita de "Suco Verde" foi um sucesso,
 trouxemos uma receita inovadora de suco para vocês!

Ingredientes:
½ beterraba pequena
1/4 de cenoura
1 maçã
1 laranja espremida
1 copo de água de coco

Preparo:
Bata tudo no liquidificador

Rendimento:
1 copo

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Novembro Azul Alerta Para o Câncer de Próstata

No Brasil, câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele.


Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) informam que no ano passado foram identificados mais de 60 mil novos casos da doença. O instituto considera câncer de próstata uma doença da terceira idade, porque cerca de três quartos dos casos no mundo surgem a partir dos 65 anos. 

Segundo a SBU, quando descoberto no início, 90% dos casos de câncer de próstata são curáveis. De acordo com Eduardo Ribeiro,uro-oncologista, pessoas que têm casos de câncer de próstata na família, obesas, e negras têm mais risco de desenvolver a doença.

Na fase inicial, o câncer da próstata não costuma apresentar sintomas. Na fase avançada, a doença pode provocar dor nos ossos, problemas para urinar e, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal.

Fonte: http://www.brasil.gov.br/saude/2013/11/novembro-azul-alerta-para-a-importancia-do-diagnostico-precoce-do-cancer-de-prostata

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

10 Dicas Para Sua Vida Tornar-se Mais Leve e Agradável

1 – Pratique atividades físicas: Elas são fundamentais para promover condicionamento, aumentar a longevidade e diminuir o estresse. 

2 – Inspire e respire: A respiração é sagrada para a manutenção da vida.

3 – Repouse e movimente-se: Da mesma forma que precisamos repousar, para repor as energias no dia seguinte, é importante manter o corpo em movimento.


4 – Durma bem: Dormir bem restaura suas energias diárias e é crucial para o funcionamento correto da mente e do corpo.

5 – Beba água: A ingestão contínua de líquidos mantém o metabolismo em constante movimento, assim como a atividade das células corporais e o funcionamento do intestino.

6 – Cuide da Alimentação: Uma alimentação adequada é capaz de diminuir o estresse, ansiedade e a irritabilidade, além de facilitar o controle de peso e do humor.


7 – Se divirta com os amigos: Dar boas gargalhadas com os amigos é a melhor maneira de liberar endorfina e neutralizar os efeitos do cortisol, hormônio que causa estresse.

8 – Dance: Combate às gorduras extras, aumenta sua flexibilidade, melhora a coordenação motora, a postura, a memória e o controle da respiração São inúmeros os benefícios da dança.


9 – Exercite seu cérebro: É preciso exercitar o nosso cérebro para evitar os lapsos de memória e prevenir doenças como o Alzheimer.

10 – Faça Teatro: O teatro ajuda a desenvolver o potencial de comunicação e é grande aliado na eliminação da timidez.


Viva feliz e aproveite sua vida!!

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Como Envelhecer Com Saúde e Disposição

A busca pela qualidade de vida em idades mais avançadas é comum a todas as pessoas, portanto, algumas dicas sobre como envelhecer bem.

Envelhecer é o único destino certo da vida de todos e este processo não começa a partir dos 60 anos de idade, mas desde o momento em que nascemos, afinal a cada ano que passa ficamos mais velhos, portanto, o envelhecimento deve ser feito com qualidade de vida. É um processo natural da vida de todos os seres vivos e, por isso, o corpo acaba sentindo o impacto do passar do tempo.

Para se ter uma boa qualidade de vida na terceira idade é preciso ter um relacionamento social, valorização social, suporte familiar, percepção social, lazer, saúde corporal, realizar consultar periódicas e praticar programas preventivos a possíveis doenças. O envelhecer bem tem a capacidade de ultrapassar todas as condições psicológicas de um indivíduo, trabalhando também partes como ações voluntárias, vida espiritual, projetos sociais e muito mais. Manter a qualidade de vida na terceira idade é algo que realmente dá trabalho, por isso, precisa-se de coragem e sabedoria para viver bem nesta fase da vida.

Para se manter uma boa saúde e um envelhecimento saudável e natural na velhice é preciso que as pessoas mudem os seus hábitos, tendo uma alimentação saudável e equilibrada, fornecendo ao organismo todos os nutrientes necessários para o seu funcionamento correto e aumentar a prática de atividades físicas, pois melhora as condições do envelhecimento e cultivar o seu lado espiritual.
Fonte: http://www.zun.com.br - Como envelhecer com saúde e disposição?

segunda-feira, 7 de janeiro de 2013

Feliz 2013


Bom dia amigos!

Desejemos que este ano seja cheio de paz e saúde para todos!

Depois de alguns exageros nas festas, é ideal cuidar da alimentação para eliminar as toxinas adquiridas. Selecionamos algumas dicas de especialistas para ajudá-los nessa missão.

Espero que seja útil e vocês gostem.

 - Inclua na salada vegetal o grupo das brássicas, representadas pelo repolho, couve-flor, rabanete, agrião, couve de bruxelas, brócolis, nabo, mostarda fresca;

- Passe a adicionar o açafrão da terra ou cúrcuma ou ainda o curry em arroz integral, quinua e na sopa, aumentando a reparação do organismo;

- Salpique alecrim nas preparações, rico em flavonoides e potente antioxidante;

- Use sempre alho e cebola, que possuem ação desintoxicante e anti-inflamatória;

- Consuma chá verde, de hibiscus, ou ainda de folhas de oliveira que além de acelerar o metabolismo, estimulam a eliminação de toxinas;

-Coma no mínimo 3 porções de frutas por dia;

- Beba muita água e evite refrigerantes e café;

- Para ajudar a acelerar o processo, faça drenagem linfática e exercícios físicos regulares. Eles melhoram a vitalidade, o humor, a beleza e a saúde.

Como diz Érico Veríssimo: " A vida começa todos os dias", por isso aproveitem com qualidade e sabedoria cada momento!

Um ótimo ano, muita paz e luz!

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

CÂNCER DE MAMA: A DEFESA ESTÁ EM SUAS MÃOS

Boa tarde amigos,

No mês dedicado ao tratamento e cura do câncer de mama, conhecido mundialmente como outubro rosa, selecionamos umas dicas bem legais sobre esse mal que nos assusta, mas tem cura, se detectado precocemente.

A matéria é super interessante, vale a pena ler.
Boa semana a todos!! 
Equipe VIVACLUB 

CÂNCER DE MAMA: A DEFESA ESTÁ EM SUAS MÃOS

A herança genética não é o que mais importa para determinar o risco de ter câncer de mama. Os maus hábitos — esses, sim — são os grandes responsáveis pela maioria dos tumores mamários.

“A maioria dos casos, 8 em cada 10, não tem relação alguma com antecedentes familiares", alerta o oncologista Ronaldo Corrêa, do Instituto Nacional de Câncer, no Rio de Janeiro. 

Já que o destino das glândulas depende, principalmente, dos hábitos de todo dia. Estudos revelam que a vitamina D, das castanhas e dos peixes, produzida pra valer quando tomamos sol, teria efeito protetor contra o câncer mamário. A descoberta é do epidemiologista francês Pierre Engel, do Instituto Gustave Roussy, que, durante uma década, analisou dados referentes a mais de 67 mil mulheres. "A forma ativa da vitamina, o calcitriol, regula o ciclo das células da mama, inibindo sua proliferação desordenada", explica Engel.
 

Não à toa, a probabilidade de manifestar o nódulo maligno foi 32% menor em quem aliava o consumo do nutriente a banhos de sol regulares. Fica a dica: sair ao ar livre com braços e pernas descobertos por 15 minutos diariamente. Mas essa é apenas uma sugestão de uma lista de atitudes preventivas. O combate à barriga volumosa merece destaque, por seu potencial de destrambelhar as glândulas mamárias.

"A adesão ao pacote de exercícios, alimentação balanceada e controle de peso já reduz em 28% o risco de câncer de mama", garante Corrêa.

TRATAMENTOS HORMONAIS 

A pílula anticoncepcional não é motivo de preocupação, já que as formulações atuais são de baixa dosagem e seguras...A restrição de uso só se aplica a mulheres com forte histórico familiar de câncer de mama ou com mutações de BRCA1 e 2 diagnosticadas. Discuta com seu ginecologista. Com a terapia de reposição hormonal — prescrita para atenuar sintomas da menopausa —, a situação muda de figura. "Existem evidências de que, após cinco anos de uso, os riscos de desenvolver o tumor de mama aumentam significativamente", alerta a mastologista Maria do Socorro Maciel, do Hospital A.C. Camargo, em São Paulo.

OBESIDADE 

Eis uma inimiga em potencial, sobretudo após a menopausa. Quando a mulher deixa de menstruar e, portanto, encerra a fabricação de estrogênio, ele para de atuar de forma nociva nas mamas. É aí que a gordura periférica das obesas entra em cena para bagunçar o organismo. "Nessa fase, uma enzima da glândula suprarrenal, a aromatase, inicia sua atuação, convertendo a gordura em hormônio, que passa a ter atividade estrogênica no tecido mamário", esclarece a mastologista Maira Caleffi, do Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Em outras palavras, o inconveniente ganha prorrogação por tempo indefinido, até que a iniciativa de enxugar a silhueta ganhe contornos reais.

SEDENTARISMO 

Para início de conversa, ficar parado dá uma força ao acúmulo de quilos extras. Esse, por si só, é um bom argumento para mexer o corpo. Sem falar nos benefícios indiretos do exercício. "A ginástica também fortalece soldados do sistema de defesa chamados natural killers, uma proteção natural contra células defeituosas", acrescenta Maira. Vale a recomendação de sempre: 30 minutos de exercícios aeróbicos moderados, de três a cinco vezes por semana.
 

ABRIR MÃO DE AMAMENTAR
 
Outro equívoco de quem prioriza a saúde. Além de proporcionar um bem danado ao recém-nascido, "o aleitamento durante seis meses promove uma esfoliação interna das células da mama, renovação que favorece a eliminação de eventuais unidades precursoras de tumor", justifica o nutricionista Fabio Gomes, do Instituto Nacional de Câncer.
 

CONSUMO DE ÁLCOOL 

"Existem inúmeros estudos que correlacionam a ingestão de bebidas alcoólicas à doença", diz Maira. "Ultrapassar três drinques semanais já é considerado arriscado, segundo as evidências", avisa. Nem é preciso falar que a situação só piora com o aumento dos goles.

ALIMENTAÇÃO 

Ainda não existe consenso em relação a alimentos que exerçam influência direta na prevenção ou na ocorrência do câncer de mama. "Mas, em geral, frutas, legumes e verduras contêm substâncias antioxidantes, que ajudam a combater os radicais livres", lembra Fabio Gomes. Além disso, o nutricionista ressalta que itens muito calóricos, como os cheios de açúcar e gordura, estão por trás da temida obesidade.

ESTRESSE, DEPRESSÃO E ANSIEDADE
 
Além de contribuir com uma alimentação desregrada e diminuir o pique para a atividade física, os especialistas já sabem que o abalo emocional é capaz de detonar o sistema imunológico. "Daí que as unidades de defesa perdem sua habilidade de reparar células que sofreram mutação, abrindo a guarda para sua multiplicação anormal e o nascimento de um tumor", explica Nazário.
 

DETECÇÃO PRECOCE 

Não importa se você integra a ala feminina majoritária, que só precisa andar na linha para escapar do problema, ou se carrega no DNA uma vulnerabilidade que exige mais cautela. A orientação para todas as mulheres é a mesma, e se resume a duas palavras: prevenção e atenção. Assim, mesmo se todo o seu esforço em viver de maneira saudável falhar, o diagnóstico prematuro do câncer garantirá um tratamento sem grandes traumas e consequências. Em nome da qualidade de vida e da autoestima, essa é uma precaução que não pode faltar.

CUIDADOS
 
O rastreamento do tumor de mama deve se intensificar de acordo com a probabilidade de ele dar as caras
.

›› Sem histórico na família: a mulher deve se submeter a uma mamografia por ano a partir dos 40, já que 97% dos casos nesse grupo surgem após essa idade.
 

›› Com um episódio familiar: quem tem uma tia diagnosticada com um câncer de mama, por exemplo, não necessariamente vive na iminência de herdar alterações genéticas. Mas, pelo sim, pelo não, é indispensável antecipar a primeira mamografia para os 35 anos e seguir com o acompanhamento anual.

›› Com mutação nos genes BRCA1 e 2 diagnosticada: essas pessoas requerem vigilância reforçada. A palpação no consultório deve ser realizada com um intervalo menor, a cada seis meses. Já o rastreamento anual é feito por meio de ressonância magnética, que, extremamente sensível, é capaz de detectar modificações mínimas, imperceptíveis em outros aparelhos. Fonte: (Rev. Saúde)