quarta-feira, 12 de agosto de 2015

5 Filmes que retratam de maneira sensível e agradável o amor na terceira idade!

Nos últimos 10 anos o cinema apostou em filmes que retratam o amor e as relações amorosas de pessoas acima dos 60 anos. Coincidência ou não, o crescimento da população de idosos, em números absolutos e relativos, é um fenômeno mundial!

Em 1950 eram cerca de 204 milhões de idosos no mundo e, em 1998, esse número ultrapassava 579 milhões de pessoas - um crescimento de quase 8 milhões por ano.

“Seria a arte imitando a vida, ou a vida imitando a arte? ” Bom, perguntas difíceis a parte, o que importa é que vamos postar nossa lista com 5 películas espetaculares para vocês se inspirarem, pegarem a pipoca e o guaraná, afofarem o sofá e se deleitarem com lindas histórias, emocionantes atuações e brilhantes atores! 

1º FILME – ELSA & FRED


Elsa & Fred, de 2014, é um remake baseado no filme argentino Elsa & Fred – Um Amor de Paixão e fala sobre uma história de amor e transformação. Elsa (Shirley MacLaine), com 75 anos, é divertida, alegre e sonhadora, enquanto seu novo vizinho Fred (Christopher Plummer), aos 80 anos, é rabugento e de mal com a vida. Elsa, que tem o dom de driblar a sisudez das pessoas que a rodeiam, começa a se aproximar de Fred e tenta arrancá-lo do marasmo diário, convencendo-o de que nunca é tarde para sorrir, amar e viver!

2º FILME – UM AMOR DE VIZINHA

Na comédia romântica Um Amor de Vizinha, o corretor de imóveis Oren Little (Michael Douglas) recebe a visita do filho, um ex-viciado, que vai cumprir uma pena de prisão e deixa sua filha pequena, Sarah (Sterling Jerins), com o avô. Sem nenhum jeito para cuidar da netinha, Oren pede ajuda à vizinha Leah (Diane Keaton), uma viúva e cantora de um pequeno restaurante. Mais do que ajudar o corretor a cuidar de Sarah, Leah ensina a Oren que ainda há tempo para amar e buscar a felicidade.

3º FILME - AMOUR

O filme francês Amor (Amour), direção de Michael Haneke, conta a história de Anne (Emmanuelle Riva) e Georges (Jean-Louis Trintignant), casados há bastante tempo e cujas vidas mudam quando Anne é submetida a uma cirurgia no coração malsucedida, que a deixa paralisada de um lado do corpo. O amor do casal é colocado à prova com o problema de Anne, e a realidade de dificuldades e superações adentra o filme com toda força. Amor foi premiado com o Oscar de melhor filme estrangeiro de 2012.

4º FILME – ALGUÉM TEM QUE CEDER 


(Sim! Desculpem os que esperavam por filmes mais atuais, eu sei que esse é de 2003. Mas esse, para mim, foi o precursor do gênero Amor na Terceira Idade. E, como deixar esses dois gigantes do Jack Nicholson e da Diane Keaton fora de nossa lista? Impossível! É um filme leve, uma comédia romântica sobre descobertas. Pronto, defendi nossa escolha. Ele fica! rsrsrsrs).

Harry Sanborn (Jack Nicholson) é um executivo que trabalha no ramo da música e que namora Marin (Amanda Peet), que tem idade para ser sua filha. Harry e Marin decidem ir até a casa de praia da mãe dela, Erica (Diane Keaton), para visitá-la. Lá Harry sofre uma parada cardíaca, ficando sob os cuidados de Erica e de Julian (Keanu Reeves), um jovem médico local. Aos poucos Harry percebe que está se interessando cada vez mais por Erica, mas tenta esconder seus sentimentos. Julian também sente atração por ela, tornando-se um rival de Harry.

5º FILME – SIMPLESMENTE COMPLICADO


(Outro que não é tão “atual”, ele é de 2009 na verdade. Porém, só de ter a Meryl Streep como atriz principal já vale a pena sentar de novo na sala, puxar o cobertor, pegar o balde da pipoca e dar boas risadas, não é mesmo?).

Jane (Meryl Streep) é uma mãe de três filhos que tem uma relação amigável com o seu ex-marido, Jake (Alec Baldwin), após dez anos da separação. A convivência entre eles acaba se tornando um romance, sendo que Jake, no momento, está comprometido com uma moça. Agora, Jane vive um dilema, já que se tornou a amante de seu antigo marido.

“O cinema é um modo divino de contar a vida”. (Federico Fellini)

Então, depois dessa pequena lista, contem para nós quais que na opinião de vocês faltaram ou qual que vocês não incluiriam jamais!

Lembrando sempre que: após 112 minutos sentados na frente da TV mexendo somente os músculos do rosto com risadas e choros, é importante levantar e vir ao VIVACLUB fazer exercícios que mexam o corpo inteiro!

Testo de Jorgete Rain
Imagens: Google.

Dica do VIVACLUB: O filme Elsa & Fred virou peça de Teatro com os atores Ana Rosa e Umberto Magnani. Está em cartaz no Theatro São Pedro em Porto Alegre nos dias 28, 29 e 30 de agosto.

Um comentário:

  1. Só não assisti o primeiro e o terceiro, vou assistir...boas dicas.

    ResponderExcluir