terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Dor depois dos exercícios

Muitas pessoas reclamam de dor depois de uma atividade física, principalmente quem está iniciando. E muitas até desistem da atividade física, devido à dor que sentem. A dor é inevitável tanto para iniciantes como para atletas, mas o importante é saber até que ponto ela é considerada normal ou se está sendo prejudicial.

Se você é iniciante, se está sem praticar exercícios há muito tempo, qualquer atividade irá causar dores musculares no dia seguinte podendo se prolongar até mais dois dias. Isto porque o organismo precisa de um tempo para se adaptar a novos esforços. Mas se esta dor for muito forte, é sinal de que você precisa ir devagar, fazendo uma atividade mais leve e aumentar a intensidade aos poucos.

Se você fizer o mesmo treino por um determinado período (em média de 2 a 3 meses) o seu organismo irá se adaptar a intensidade do exercício feito e esta dor irá desaparecer aos poucos.

Mas sempre que você fizer exercícios físicos ou atividades físicas diferentes ou aumentar a intensidade dos exercícios que já está fazendo ou ainda ficar um tempo sem fazer os exercícios e voltar aos mesmos proporcionando novos estímulos ao corpo, esta dor aparecerá.

Os treinos mais intensos darão maior probabilidade a que isto aconteça, por isso os atletas também aprendem a conviver com a dor e evitar lesões. Não é preciso sentir dor para ter benefícios ou um resultado melhor, aliás, se você sente dor durante o exercício é sinal de que está forçando além do que deve ou que já é hora de parar e diminuir o ritmo ou a intensidade do exercício.

Fazer compressas de gelo, pode ajudar a diminuir a inflamação nos músculos. Faça pelo menos 2 vezes por dia por 10 minutos.

Algumas pessoas precisam tomar antiinflamatório, mas nestes casos é essencial que um médico faça a prescrição do melhor medicamento para você.


Não esqueça de fazer muito alongamento antes e depois dos exercícios, pois estes também ajudam a relaxar a musculatura depois do esforço.

Respeite o período de repouso não treinando o mesmo grupo muscular em dias seguidos ou alternando atividades intensas com atividades moderadas em dias seguidos.

Se estiver com muita dor não treine. Descanse! Se a dor persistir, procure um médico especialista em medicina esportiva.

Dica da Valéria Alvim (personal trainer)

Postar um comentário