sexta-feira, 17 de abril de 2015

COMO VAI O SEU SONO?

Durante a noite acontece a troca e regeneração celulares, além disso, o sono reequilibra o organismo produzindo a serotonina, o hormônio responsável pela sensação de prazer; impede a acumulação de cortisol, que melhora o humor e a boa disposição; e aumenta a sensibilidade à leptina, hormônio responsável por informar ao organismo a ausência da fome.

Ter uma boa noite de sono é essencial para a saúde em certa fase da nossa vida. Mas por que será que à medida que envelhecemos nós passamos a dormir menos? Por que depois que alcançamos certa idade parece que passamos a dormir menos? 

Um estudo feito em Toronto - Canadá, buscou explicar isso. 

De acordo com a pesquisa, um grupo de neurônios que são relacionados aos padrões de sono pode ir se degenerando conforme o tempo vai passando. Com isso, quando há mais perdas dessas células as pessoas tendem a sentir menos sono.

Mas fique tranquilo! Se você acha que anda dormindo pouco, saiba que é um fato normal quando se atinge certa idade. Pessoas com mais de 70 anos costumam dormir 1 hora e meia a menos do que dormia aos 50 anos. A noite das pessoas mais velhas também são mais curtas por estarem mais descansados do que antigamente.

Além de descansar bastante do dia corrido, dormir bem faz bem para a pressão, deixando-a equilibrada, e também proporciona uma melhor capacidade de concentração, fortalece a memória, reduz a ansiedade, estabiliza a frequência cardíaca e auxilia em várias outras funções do corpo, como a endócrina, metabólica, muscular e hormonal.

Mesmo com o padrão do sono diferenciado na melhor idade, é importante garantir que ele seja de qualidade, para que o idoso desperte no dia seguinte disposto e cheio de energia para a vida. A fisioterapeuta especialista em problemas do sono Carolina Elena Carmona de Oliveira dá algumas dicas fundamentais para um repouso revigorante.

- Programe atividades pela manhã e pratique exercícios físicos regulares, sempre sob orientação. As atividades diárias regularizam o sono noturno;
- Na hora de dormir, para que haja um descanso completo do corpo e da mente é necessário silêncio e concentração. Além disso, mantenha sempre as luzes apagadas, pois na claridade a produção de melatonina e cortisol é interrompida, o que acaba por interferir na qualidade do sono e causar sensação de cansaço pela manhã;
- O travesseiro, o colchão e até mesmo a temperatura do ambiente influenciam para um sono renovador. Portanto, na hora de dormir, utilize um travesseiro que complete exatamente o espaço compreendido entre a cabeça e o colchão (formando um ângulo de 90 graus no pescoço), alinhando assim toda a coluna com o tronco. Isso facilita a circulação sanguínea e permite que os estímulos elétricos sejam perfeitamente enviados pelo cérebro aos órgãos do corpo;
No caso de levantar várias vezes durante a noite para ir ao banheiro, mantenha iluminado o trajeto com uma iluminação baixa que, nestes casos, pode ser muito útil. Retire tapetes soltos, use chinelo com solado antiderrapante e não caminhe de meias. O risco de quedas e fraturas é muito grande nesta situação;
O sono do idoso é mais fragmentado, menos profundo e mais frequentemente interrompido por despertares noturnos. Por isso, é aconselhável que a pessoa idosa deite sempre no mesmo horário, evite dormir por várias horas durante o dia ou à tarde ou fique deitado na cama assistindo televisão. O ideal é que o idoso vá para a cama somente na hora de dormir;
- Coma alimentos leves a noite;
-  A partir das 19h vá desligando tudo que emite som, luzes e seu corpo vai relaxando, preparando-se para descansar.
(Adaptado de iMirante e Viva Senior)

O sono é um importante aliado da saúde, por isso, procure dormir bem. 

Aqui no VIVACLUB você vai encontrar atividades que vão te ajudar a relaxar e melhorar a qualidade do seu sono. 


Postar um comentário