quinta-feira, 24 de abril de 2014

Sem escolha de Idade - A DOR AFETA CADA VEZ MAIS JOVENS E IDOSOS A IGNORAM


Popularmente ouvimos dizer que dor nas articulações é sinal de velhice, mas isso é um equivoco, já que cada vez mais crianças, jovens e adultos tem queixas de dor.

As dores tendem a piorar com a chegada do frio, isso porque os músculos se contraem  naturalmente para evitar a perda de calor. 


A partir dos 40 anos é mais comum a osteoartrite (artrose), tanto em homens como em mulheres. Afeta principalmente: dedos das mãos, joelhos e quadris; originado pelo desgaste das articulações por conta das condições de trabalho e hábitos de uma vida, além da obesidade, que força muito mais as articulações. 


Entre os jovens, a causa das dores mais comum é a fibromialgia, que é uma síndrome musculoesquelética e se manifesta por fadiga, sono, sensação de corpo quebrado a partir dos 30 anos, ainda tem a artrite reumatoide, que não faz distinção e atinge homens e mulheres de todas as idades e a famosa LER, que é causada pelo esforço repetitivo de algumas atividades e posturas.  


Alguns idosos costumam ignorar a dor, sofrendo silenciosamente e diminuindo cada vez mais as atividade físicas. Dores constantes e não tratadas podem levar à imobilidade, problemas no sono, perda de apetite e isolamento. 


Quanto mais se ignora a dor e o tratamento é postergado, mais difícil fica de controlar e, até eliminar a dor.


As formas de evitar e melhorar as dores já são conhecidas de todos, mas vale reforçar: 



- CUIDADO COM A ALIMENTAÇÃO: A falta de vitamina D pode facilitar o surgimento de dores nas articulações;
- CONSULTAR regularmente seu MÉDICO;
- TOMAR MEDICAMENTOS ADEQUADOS ao seu problema, sob orientação de um especialista;
- ATIVIDADES FÍSICAS: comprovadamente são a melhor forma de melhorar sua qualidade de vida, e a falta delas, pode ocasionar mais problemas ainda. 

Fique atento às dores que surgirem, pode não ser nada, mas também pode ser algo sério, porém viável de tratamento.


Cuide-se! Viver vale muito a pena!!



        

Nenhum comentário:

Postar um comentário